Notícias

Sind-UTE/MG sai em defesa da não privatização da Cemig, um patrimônio do povo mineiro!

  • 11/07/2019


Em luta pela soberania do estado e contra a privatização da CEMIG, no último dia 10/7/2019, o Sind-UTE/MG  acompanhou a audiência pública da Comissão do Trabalho, da Previdência e Assistência Social na Assembleia Legislativa, que debateu sobre a situação atual e as perspectivas futuras da Fundação Forluminas de Seguridade Social (Forluz) e da Cemig Saúde.


Foto: Clarissa Barçante/ALMG

 

 A Forluz é a fundação responsável pela gerência dos planos de previdência complementar dos servidores da Cemig. Segundo seu site, é o maior fundo de pensão de Minas Gerais e está entre os oito maiores do País, com ativos financeiros que somam atualmente cerca de R$ 16 bilhões. Já a Cemig Saúde é responsável pelos benefícios de assistência à saúde dos trabalhadores da empresa.

A justificativa da audiência foi motivada após a publicação de matérias que atribuíram à Forluz e à Cemig Saúde custos inadequados com os trabalhadores e aposentados da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

Sob a perspectiva de valorizar o patrimônio público, o debate também pautou a necessidade de enfrentamento ao Regime de Recuperação Fiscal que, entre outros ataques ao funcionalismo, exige a venda de empresas públicas como Cemig e Copasa.

A deputada estadual e diretora do Sind-UTE/MG, Beatriz Cerqueira, compôs a mesa de debate e protestou contra a política privatista de Zema. “Esse governo quer retirar o Estado da vida das pessoas. São as estatais que cuidam da vida do povo. A proposta de Recuperação Fiscal é um caminho único que não nos representa!”

Fotos: StudiumEficaz/Sind-UTE/MG

Conteúdo StudiumEficaz, com informações da ALMG