Notícias

Veja no Programa Outras Palavras, que foi veiculado no dia 7 de setembro de 2019

  • 06/09/2019


Veja no Programa Outras Palavras de 7 de setembro de 2019

A luta das educadoras e educadores contra a política de fechamento de turmas do governo do estado

Os desmandos do governo de Minas

Educadores se mobilizam no Grito dos Excluídos

Os crimes da Vale contra a vida e o meio ambiente


Roda de Conversa – 25º Grito dos Excluídos

A irmã Maria do Carmo Paiva, do Projeto Vida Vida Projeto, esteve no Roda de Conversa do último dia 2/9/2019 (segunda-feira) e conversou sobre o 25º Grito dos Excluídos, que traz como pauta a luta por justiça, direitos e liberdade.

“Uma coisa é você gritar pelos excluídos, outra coisa é gritar com eles e elas. Então, a organização das pastorais e sindicatos é muito importante, mas é preciso que a juventude também participe.” Segundo ela, a independência do povo ainda não foi consolidada e não acontecerá com armas ou tanques de guerra. Portanto, é preciso a luta cotidiana.

Nesse sentido, coordenadora-geral do Sind-UTE/MG, Denise Romano, afirmou que as trabalhadoras e trabalhadores em educação já haviam votado a participação no Grito dos Excluídos, durante Assembleia Estadual no dia 13 de agosto. “Nossa categoria compartilha desses princípios e na boa forma de fazer política. Quem acredita que a educação pode transformar os desafios que se apresentam no nosso país, estão convidados e convidadas a se somarem conosco nessa luta.”

Denise Romano também falou sobre a precarização que a educação pública tem sofrido pelo governo Zema com a política de fechamento de turmas.

“O Sind-UTE/MG acompanhou uma visita técnica da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia à Escola Estadual Santos Dumont, no dia 28 de agosto, que teve sete turmas fundidas. O que vimos são salas superlotadas, estudantes, educadores e educadoras insatisfeitos e a qualidade de ensino comprometida.” A coordenadora-geral ainda reforçou que a Secretaria de Estado de Educação (SEE/MG), ao mesmo tempo em que fecha turmas nega vagas para a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O caso concreto apresentado foi da Escola Estadual Juscelino Kubistchek de Oliveira, em Betim, que tinha 120 solicitações de matrículas, mas a SEE/MG havia autorizado apenas 40. “É por isso que nós precisamos estar nas ruas no dia 7 de setembro denunciando essa postura e lutando por melhores condições na rede estadual de ensino.”

Paulinha Silva, do Levante popular da Juventude, reforçou que o Grito dos Excluídos é um lugar diverso e precisa da participação de todos e todas. “O momento é de dar vazão às nossas angústias, dores e insatisfações com o cenário que enfrentamos. Nossos problemas não são individuais, mas coletivos. Por isso, as mulheres, a comunidade LGBT, a juventude e todo o povo precisam estar juntos para a luta multiplicar.”

A coordenadora-geral do Sindicato dos Trabalhadores nas Instituições Federais de Ensino (SINDIFES), Cristina del Papa, reforçou a chamada. “Vamos com luta e muita resistência enfrentar tudo isso que está acontecendo no estado e no país.”


O programa “Outras Palavras” é uma produção do Sind-UTE/MG e é veiculado aos sábados, das 10h às 10h:30, nas TV’s: Band Minas (em todo o Estado), Candidés (Divinópolis e Região) e na Band Triângulo. Você pode acompanhar também essa produção pelo Canal do Sind-UTE/MG no Youtube.

Inscreva-se no canal Outras Palavras e aperte o sininho para receber notificações de novas publicações