Sala de Imprensa



Educadores de Minas Gerais realizam assembleia estadual em Belo Horizonte hoje (16/03)

Nesta quarta (16/03), às 14h, no Pátio da ALMG,os trabalhadores em educação da rede estadual fazem assembleia estadual,

Download do arquivo

Nesta quarta (16/03), às 14h, no Pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, os trabalhadores em educação da rede estadual fazem assembleia estadual, com paralisação total de atividades. A atividade faz parte do calendário de mobilizações da categoria.

 

O Sind-UTE/MG protocolou na Secretaria de Estado da Educação, dia 04 de março, notificação informando que a rede estadual de Minas Gerais iria paralisar suas atividades nos dias 15, 16 e 17 de março, quando acontece a Greve Nacional da Educação convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores e trabalhadoras em Educação (CNTE).

 

A greve nacional da educação tem como eixo “não a perda de direitos dos trabalhadores em educação” e como pautas nacionais: pelo cumprimento da lei do Piso, contra a terceirização, contra a entrega das escolas para as Organizações Sociais (OS), contra o parcelamento de salários, contra a militarização das escolas.

 

A direção do Sind-UTE/MG informa que em Minas Gerais a categoria já está em alerta. “No final do ano de 2015, o governo do Estado de Minas Gerais publicou edital de parceria público privada na rede estadual. Por isso, a pauta de reivindicações de 2016 terá como um dos eixos a luta contra a privatização na educação pública”, afirma a coordenadora-geral do Sindicato, Beatriz Cerqueira.

 

Agenda

 

No próximo dia 17 de março, o Sind-UTE/MG vai promover o primeiro encontro estadual com os Assistentes Técnicos da Educação Básica (ATBs). Essa agenda foi tirada no Conselho Geral do Sindicato realizado, no dia 20 de fevereiro, no auditório do CREA-MG, em Belo Horizonte. O evento acontece no auditório da Faculdade de Direito da UFMG, de 9 às 18h, na capital mineira. A expectativa é de que haja participação de profissionais de todas as regiões do Estado.