Sala de Imprensa



"Queremos conquistar, não retroceder", afirma coordenadora-geral do Sind-UTE/MG

Nesta sexta-feira(15), o Sindicato participa de reunião com representantes da Seplag.

Download do arquivo

Nesta sexta-feira(15),  o Sindicato participa de reunião com  representantes da Seplag

O Governo do Estado convocou reunião com os sindicatos representantes do funcionalismo público estadual para esta sexta-feira (15/01, às 10h) na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte.

Segundo informa a coordenadora-geral do Sind-UTE/MG, Beatriz Cerqueira, o convite diz que é “para tratar de assuntos de interesses de todas as entidades representativas dos servidores públicos do Estado de Minas Gerais.”

O Sindicato vai aguardar a reunião, mas Beatriz já adianta que a posição que será levada à mesa é de “nenhum dia de atraso no pagamento. Queremos conquistar, não retroceder!”, afirma.

Carta aberta

Em 04 de janeiro último, o Sind-UTE/MG divulgou uma carta aberta afirmando que o funcionalismo estadual recebia com indignação a notícia veiculada no site Agência Minas, informando que o pagamento dos servidores seria alterado do dia 8 para o dia 13 de janeiro de 2016.

No documento o Sindicato questionou a forma de comunicação com os servidores, entendendo que a simples publicação de uma nota num sábado à tarde não podia ser considerada como diálogo. “Ouvir para governar, além de ser o lema do seu governo, foi compromisso assumido com os servidores públicos, quando da campanha eleitoral em 2014. Portanto, há que se estabelecer um processo consistente e permanente de diálogo com os servidores estaduais. A forma como o governo atuou, além de desrespeitosa, gerou insegurança diante de vários boatos sobre novos atrasos e supostos parcelamento de salários”, disse o Sind-UTE/MG em sua nota.

Outro argumento é de que a mudança na data de pagamento dos servidores estaduais ocorreu pela segunda vez consecutiva, trazendo enormes transtornos aos trabalhadores dos serviços públicos que se organizaram para o recebimento do seu salário no 5° dia útil de cada mês.

Nota pública conjunta

Já no dia 08 de janeiro, numa manifestação conjunta com o Sindifisco-MG e o Sind-Saúde, o Sind-UTE/MG voltou a se posicionar, em carta aberta, amplamente divulgada em seus canais de comunicação (site e redes sociais) e na imprensa.

Voltou a dizer que não era possível os servidores conviverem com a instabilidade de, em cada mês, ser anunciada uma data diferente de pagamento e pediu ao Governo do Estado para envidar esforços para honrar os compromissos com os servidores e manter a data de pagamento no dia 8 de janeiro de 2016.

Por fim, os três sindicatos também solicitaram o agendamento de uma reunião, o mais breve possível, do Governo com as entidades representantes do funcionalismo estadual.